Não é todo dia que a gente se depara com uma ferramenta de backup incremental tão fácil de usar como o pdumpfs.

Ele cria no diretório de destino uma estrutura de diretórios com a data da execução do backup. A primeira execução faz com que o diretório inteiro seja copiado. As próximas, apenas o que foi mudado. Para o resto dos arquivos, o pdumpfs (ô nominho feio…) cria hard links.

Mais infos no site do programa.

Dica do Dicas-L.

No tag for this post.