Segunda fui jantar na casa da minha tia (hmmm… sushis…) e conversando com meu primo, ele me disse que na Folha Informática saiu uma matéria falando sobre um sistema de rastreamento de laptops roubados. O sistema funcionaria com um software instalado obviamente, antes do laptop ser roubado. : D.

Voltando para casa, achei o link para a matéria.

O site da empresa também contém mais informações. O produto se chama FindMe Trace.

Pelo FAQ do site, o software é praticamente mágico. Resiste a formatações do HD, não necessita de servidores externos para funcionar, analisa a rede interna que ele está quando ligado. Mas dá para notar uma inconsistência aí. O FAQ diz que, se seu laptop for roubado, vc entra em um site e informa o roubo com seu login pessoal. Bem, para o software dentro do laptop saber que ele foi roubado, ele precisa acessar o bando de dados desse site. A não ser que o próprio ladrão responda a alguma pergunta do tipo “Este laptop foi roubado?” quando fosse ligar o dito cujo. Pessoalmente, acho que isso não funcionaria. : D.

Bem, como fiquei extremamente curioso, liguei para a tal empresa Find Me. Pelo site deles, podemos ver que eles tem certo know-how em sistemas de monitoramento de cargas, rebanhos, e outros. Mas esse monitoramento é feio a partir de hardware (GPS ou rádio-frequência), e não via software.

Falei com um tal de Teodoro e ele me informou que realmente o software resiste a formatações (“tem uma parte do HD que não é formatada”) e que o laptop envia uma mensagem para o email que cadastrou contendo o IP e o provedor. Com isso, ele me falou, “é possível entrar com um pedido para o provedor liberar os dados do assinante juntamente com a ação policial”. Eles até cuidam da burocracia, mediante um pagamento adicional. Mas parece que eles estão enfrentando problemas com a questão de SPAM. Pelo que pude perceber, o próprio software atua como um servidor SMTP para envio dos emails. Se funcionar assim, com certeza eles os servidores de email bloquearão o recebimento. Afinal, é assim que os spammers atuam.

Esqueci de falar dos preços. Foi a coisa que mais me chamou a atenção. Há dois tipos de licença. A primeira, paga-se R$ 160 no 1° ano e R$ 100 para os anos posteriores. A segunda licença, que permite apagar a pasta Meus Documentos quando o laptop for roubado, custa R$ 190 no 1° ano e R$ 120 para os demais. Não é caro.

O problema é que duvido que a empresa vá responder questões técnicas do tipo:

O software fica no setor de boot do HD? Se eu der um format /mbr ele não será apagado? E se o provedor não quiser colaborar? É um vírus que depois infecta o Windows, além do setor de boot? Como assim não necessita de servidores externos para funcionar?

Tá aí um produto que vale a pena acompanhar.

PS.: Importante notar que a tecnologia do software não é da FindMe, e sim, da empresa americana Inspice. Outra coisa: o Teodoro confirmou a notícia da Folha sobre um aparelho rastreador dentro do laptop. Com esse equipamento, vc poderia monitorar 24h/dia a localização geográfica do laptop.

No tag for this post.