Há alguns dias atrás diversas fontes de notícias divulgaram a chegada de 15 placas do laptop de $100 para a USP, mais especificamente no LSI, da Poli.

Pelo jeito, é o prof. Marcelo Zuffo (vulgo Zuffinho) que está cuidando deste projeto. Aparentemente, as placas foram recebidas com o intuito de testar as funcionalidades do aparelho e de desenvolver aplicativos educacionais brasileiros.

Há dois fatos interessantes para comentar.

O primeiro, é o fato de que eu, como aluno da Escola Politénica, estou recebendo essa notícia pela mídia, e não pela própria faculdade. Posso estar errado, mas acho que isso deveria ser melhor noticiado pelos canais internos de comunicação. Bem, acho que não existe nenhum “canal interno de comunicação” dentro da Poli.

Outra coisa que me incomoda é ver o LSI “monopolizar” praticamente todos os projetos de grande apelo para a mídia e/ou projetos com colaboração externa, como a TV Digital e o laptop de $100 do MIT. Não sei se isso cabe à deficiência de outros departamentos e laboratórios ou à eficiência da representação externa do LSI (através da figura do Zuffinho). Ou talvez o LSI seja mesmo a menina dos olhos da Poli e, portanto, todos querem lidar com eles.

Links de matérias na mídia:
Coração do laptop de $100 já bate – Último Segundo
Conhecemos o coração do laptop de US$ 100 – Estadão.com.br
Brasil recebe 15 protótipos do laptop de 100 dólares - Computerworld
LSI da Poli avalia protótipos de laptops de 100 dólares - Jornal de Itupeva (!!) [estranhamente uma das matérias mais completas]

No tag for this post.