Hans Reiser, criado do famoso sistema de arquivos que leva seu nome, foi acusado de matar a ex-mulher, desaparecida há 6 meses.

Investigadores acharam gotas de sangue em sua casa. Exames de DNA confirmaram que o sangue pertencia à Nina Reiser, sua ex-mulher.

Além disso, Reiser comprou o livro “Masterpieces of Murder” e “Homicide” logo após o desaparecimento. Ok, ok…. ele comprou alguns livros estranhos, mas isso não significa nada. Ele poderia ter comprado os livros só para conhecer melhor a mente do suposto sequestrador.

Ah, e para pagar os honorários dos advogados, Hans quer vender a sua empresa, Namesys, que detém a propriedade dos sistemas de arquivos Reiser3 e Reiser4.

Fonte: BoingBoing

No tag for this post.