Estou aqui na Poli, esperando para a palestra do Google no anfiteatro da Administração.

Pelo jeito, eles mostrarão as iniciativas para o escritório de São Paulo, (como a contratação de mais 90 profissionais até o fim de 2007), além de comentar sobre o processo seletivo para entrar no Google (começam em maio). Enfim, a palestra deve lotar o anfiteatro. É o Google…. Fazer o quê?

Aliás, o próprio Orkut Büyükkokten deve fazer uma aparição hoje. Tenho quase certeza que essas novas vagas envolvem as recentes mudanças de estratégia em relação ao orkut [site]. Houve até uma pesquisa de grupo fechada na semana passada. Infelizmente, não consegui participar. As vagas já haviam fechado. Mas fiquei muito curioso em saber o que eles estão planejando no campo de redes sociais. Obviamente, as pessoas que participaram assinaram um termo de confidencialidade.

O duro vai ser ver colegas politécnicos, teoricamente uma das elites intelectuais do Brasil, se aglomerar para falar com o Okut e soltar gritinhos histéricos de felicidade ao tirar uma foto ao lado dele. Deprimente…

Aliás, o Orkut deve estar adorando o Brasil. É o único país do mundo no qual ele é considerado uma celebridade nacional.

Não me leve a mal. Estou indo para tentar conhecer as estratégias do Google para o Brasil. Não quero me candidatar à alguma vaga. E também não estou indo conhecer o tal do Orkut. Apesar de ser curioso acompanhar todo o “buzz” que ele gerou ao vir para o Brasil.

Só para complementar, o Gabriel postou uma reportagem sobre o ambiente de trabalho e o escritório do Google em São Paulo.

Quando a palestra terminar eu informo mais detalhes.

Tags: , , ,