“Será que o George tá louco? Cache não é bom?”

Quem lê meu blog sabe que gosto muito de estratégias de cache, principalmente usando o famoso memcached.

Porém às vezes o cache do seu file system atrapalha. Em procedimentos de benchmark (principalmente de DB), no qual você quer analisar apenas uma das camadas de software, o ideal é desativar o cache. Você pode fazer isso setando algumas opções no /proc, desativando o cache pelo /etc/fstab ou melhor ainda: use o uncache!

A vantagem do uncache é ‘descachear’ arquivos específicos, sem alterar os outros arquivos do disco. Afinal, você pode querer desativar o cache dos arquivos de banco de dados (que deveriam estar num disco separado, pra aumentar o throughput), mas não desativar o cache do restante dos arquivos.

E o código fonte (em C) é muito pequeno. Mais um ponto positivo.

No tag for this post.