Quem trabalha ou trabalhou comigo sabe que não sou fã de Javascript. Confesso, é um preconceito formado em épocas remotas do JS, uma época nebulosa, com más experiências. Hoje em dia, com frameworks como o Prototype ou jQuery, a experiência em ...Read More